4) Direitos humanos, povos indígenas e comunidades tradicionais: mapeando territórios de direitos e redes de comunicação.

Coordenação geral da gestão das frentes de trabalho juntamente com a direção do IPPCS: linha da direçao geral .

Coordenação dos projetos mapeando direitos em defesa dos territórios indígenas ;

Coordenação da rede de comunicações e direito à liberdade de expressão dos povos e comunidades tradicionais e questões transversais - As grandes mães ancestrais enquanto "falo" territorial . Corpos , territórios e territorialidades em terras de muitas vozes:

Coordenação de direitos em defesa da cidadania e dos direitos territoriais do campo negro e povos da Amazônia em múltiplos contextos, combate ao racismo, a violência à mulher e à LGBTfobia.


A linha Direitos humanos é força transversal que dialogará com todas as outras linhas demandando projetos a respeito da história de luta e direitos desses povos, sendo assim investigações que partem de questões dos direitos por meio do viés de entendimento de território, territorialidades e direitos intelectuais do ponto de vista dos povos indígenas e comunidades tradicionais. E nesse sentido mapear e demarcar uma cartografia de direitos desses povos. Os direitos de educação escolar específica. A escola indígena e escola quilombola. O direito à comunicação. Um mapeamento das formas de comunicação nessas comunidades e de que forma os direitos humanos se articula em conjunto com agentes sociais e órgãos públicos para garantia do acesso à comunicação.